“A Ciência da Vida”

Ayurveda é o nome dado ao conhecimento médico desenvolvido na Índia há cerca de 7 mil anos.

Ayurveda significa, em sânscrito, Ciência (veda) da vida (ayur).

A abordagem Ayurvédica é objectiva, em primeiro lugar, preservar e promover a saúde das pessoas através da adopção de uma rotina diária, respeitando a constituição original (doshas = biótipos) e individual de cada paciente. O Ayurveda procura a cura, trabalhando na promoção da saúde do corpo como um todo. Esta medicina lida com o indivíduo doente, e não com a doença em si, ou seja, procura curar a causa, e não o sintoma.

A Medicina Ayurvédica utiliza na sua abordagem terapêutica: massagens, medicamentos fitoterápicos, alimentação / nutrição, utilização de plantas medicinais, aromaterapia, dietas, exercícios físicos, meditação, yoga …

O grande segredo deste conhecimento milenar, é que todo o tratamento é indicado a partir da determinação do princípio metabólico que liga a mente e o corpo do paciente, a que chamamos dosha. Cada individuo é avaliado como um ser único.

Pessoas de diferentes constituições (doshas = biótipos) reagem de maneira diferente em relação à vida, logo terão diferentes reacções a um determinado tipo de tratamento – assim, o primeiro passo é descobrir qual é a sua natureza (dosha). Dado o diagnóstico geral e pormenorizado do indivíduo, o terapeuta irá orientar o tratamento que visa tratar e equilibrar o paciente, considerando seu biótipo original. 

Mais do que preservar a saúde e curar todo o tipo de doenças, o Ayurveda propõe a transformação das pessoas porque estimula uma nova atitude mental em relação à vida: aprende-se a meditar, respirar, comer e dormir melhor, a treinar a mente para extravasar emoções tóxicas e a ter consciência de seu corpo.