A Naturopatia utiliza na sua terapêutica exclusivamente meios naturais, tendo como objetivo prevenir, curar e manter a saúde.

O Naturopata é o seu  médico de familia da medicina não convencional, a consulta tem uma abordagem holística, tendo em conta o aspeto físico, mental, emocional, ambiental, genético e social e não apenas os sinais e sintomas da doença.

O diagnóstico e tratamento são personalizados tendo em conta as particularidades de cada individuo e as suas necessidades, utilizando a terapêutica, ou um conjunto de várias, de modo a estimular os processos de cura naturais do organismo da forma mais eficaz.

As principais terapêuticas utilizadas na Naturopatia são:

Nutrição – uma alimentação equilibrada melhora as capacidades físicas e mentais, e minimiza a incidência de doenças

Fitoterapia – utilização de plantas medicinais

Acupunctura – estimulação de pontos específicos do corpo com agulha ou moxa

Iridologia – diagnóstico através da análise da íris

Oligoterapia – utiliza oligoelementos que actuam como catalisadores de inúmeras reacções químicas

Homeopatia – baseada no princípio de que “o semelhante cura o semelhante”, utiliza remédios naturais de origem animal, vegetal e mineral, obtidos através da sua diluição e dinamização

Técnicas Orientais – exercícios respiratórios, Shiatsu, Tui Na, etc

Manipulações Manuais – dirigido aos músculos e articulações, com o objectivo de restaurar a mobilidade articular. Envolve alongamentos, pressão profunda, tracção, massagem, estiramentos, entre outras

Utilizada no tratamento de perturbações crónicas e agudas, a Naturopatia abrange patologias tão diversas como: anemia, artrite, diabetes, alergias, bronquite, enxaquecas, sinusite, constipações, tensão pré-menstrual, dores menstruais, menopausa, obesidade, problemas de pele, afecções digestivas, obstipação, cistite, irritações do cólon, má circulação, depressão, stress e ansiedade, entre outros.